Pages

domingo, 6 de julho de 2014

Bolo brownie de chocolate

Pense em um bolo facílimo de se fazer e gostoso como nunca! Eis a receita!



INGREDIENTES:
 175G de manteiga sem sal
225g de chocolate amargo cortado em pedaços
200g de açúcar
3 ovos médios (gema e clara separados)
65g de farinha de trigo
50g de noz pecã picada

MODO DE PREPARO:

Aqueça o forno à temperatura de 180º. Unte uma fôrma de 20 a 25cm de diâmetro e forre com papel manteiga. Coloque 2/3 do chocolate, a manteiga e o açúcar em uma panela de fundo grosso e leve ao fogo baixo até que estejam bem misturados, mexendo de vez em quando durante esse processo. Deixe esfriar.

Acrescente as gemas à essa mistura, depois de fria, misturando. Em seguida, junte a farinha, as nozes e o chocolate restante, misturando gentilmente. Reserve. Enquanto isso, bate as claras até o ponto de "picos firmes" (isso significa que você vai virar a tigela e o conteúdo não vai sair do lugar, além de estar bem firme como o nome sugere). Junte-as à mistura de chocolate, misturando com bastante cuidado. Leve para assar por 15 a 20 minutos, aproximadamente, ou até que a massa fique firme, porém não completamente seca. O bolo deve ficar ligeiramente molhado no interior. Sirva quente.




4

sábado, 21 de junho de 2014

App de receitas - BigOven

O mundo digital também pode ser utilizado em favor das suas receitas com aplicativos para smartphones com Android e Iphones.

Para os familiarizados com o inglês, recomendo fortemente o BigOven (Para Android ou Iphone). O aplicativo traz as receitas divididas por tipo, classificação dada pelos usuários a cada uma, links para conferir a receita original, informações nutricionais e possibilidade de compartilhar nas redes sociais a receita que você gostou. Isso só para a função "Get ideas", onde você procura por uma receita já cadastrada. 




A versão gratuita infelizmente não permite que você adicione suas próprias anotações a respeito da receita já cadastrada e o preço do aplicativo "pro" é bem salgado (19 dólares!), mas a variedade delas é bastante grande e a organização facilita a busca, que pode ser feita, inclusive, por ingredientes, categorias (data comemorativa, festas, tempo de cozimento, nível de dificuldade, entre outras), estação do ano, diets, etc.



Além disso, existem as funções onde você adiciona sua própria receita (tirando fotos da receita em sua revista ou jornal), digitando ou adicionando de blogs e sites), prepara menus e cardápios para as refeições da semana e faz sua lista de compras (separando inclusive por seções), funções disponíveis na versão free. Para habilitar algumas funções, basta se cadastrar (utilizando, inclusive, suas contas das redes sociais, o que já facilita o processo). Considerando tudo isso, é um app que vale a pena. 

Em breve farei releases mais aplicativos, dessa vez em português. Enquanto isso, aproveite para experimentar e me conte o que achou.






domingo, 18 de maio de 2014

Domingo em casa = bolinho de chuva!

Na verdade, todo dia é dia de bolinho de chuva! Se você sente falta daquele que a sua avó fazia, experimente essa receita, que eu aprendi com a minha. Tem umas dicas pra deixar o seu mais sequinho e gostoso também.



INGREDIENTES:

1 xícara (chá) de farinha de trigo
1/2 colher (chá) de fermento em pó
1/3 xícara (chá) de maisena
1 ovo
4 colheres (sopa) de açúcar
Aproximadamente 1/2 xícara (chá) de leite 

Uma pitada de sal
2 colheres (sopa) de açúcar 
1 colher (chá) de canela
Óleo que baste para fritar

MODO DE PREPARO:

Em uma tigela, peneire o trigo, o fermento, o açúcar e a maisena. Bata metade do leite e o ovo em um recipiente separado acrescentando-o à mistura de trigo. Misture bem, até que a massa fique homogênea, acrescentando aos poucos o restante do leite leite, se for necessário, até que ela fique consistente, mas não mole demais.

Aqueça o óleo em um frigideira (o suficiente para quase cobrir o seu bolinho na hora de fritar). Utilize uma colher de sobremesa para separar pequenas quantidades da massa, colocando-as no óleo para fritar. Não faça bolinhos muito grandes, ou você corre o risco deles ficarem crus no interior depois de fritos. Escorra-os bem em papel absorvente. Por último, misture o açúcar refinado e a canela em um prato. Passe os bolinhos nessa mistura e sirva-os quente com um bom café.

E tenha um domingo feliz!

As propriedades dos óleos culinários

Engana-se quem pensa que óleo culinário é tudo igual. Muito pelo contrário! Cada um deles possui propriedades diferentes e, obviamente, proporcionam sabor variado à nossa comida. Quando submetido ao calor muito forte, o óleo, seja qual for, perde valores nutricionais e libera toxinas nocivas. Então, quanto mais alta a temperatura e maior o tempo de aquecimento, mais prejudicial ele será. O alimento frito nesse óleo também fica sem propriedades nutritivas”. Além do mais, a própria fritura já traz em si diversos problemas, já bem conhecidos. Para amenizar esses problemas, é recomendado pela Anvisa  que a fritura seja feita, no máximo, a 180°C (ou antes de o óleo soltar fumaça), sempre em fogo baixo.




Algodão- Livre de gorduras trans, é fonte de vitamina E e de ômegas 3 e 6. Combate os radicais livres e previne o envelhecimento precoce. Suas características são mantidas após o aquecimento no processo de fritura, diferente dos outros óleos.


Amendoim- Com ômega-9, reduz o LDL (o colesterol ruim) e previne doenças cardiovasculares.


Azeite de oliva- Contém altas taxas de vitamina E, betacaroteno e polifenóis – substâncias com efeitos antioxidantes. Também há evidências de que protege o coração e previne o câncer.

Canola- É um dos mais saudáveis: tem ômega-3, que evita a arteriosclerose. Além disso, é rico em vitamina E, poderoso antioxidante, e em gorduras monoinsaturadas, que reduzem os níveis de LDL.



Coco- Estudos recentes mostraram seus efeitos benéficos na diminuição do colesterol ruim (LDL) e na elevação do colesterol bom (HDL). Também aumenta a saciedade e auxilia quem tem diabetes tipo 2 a manter os níveis de glicose no sangue sob controle.


Gergelim- É um alimento de excelente qualidade nutricional graças às altas taxas de ácidos graxos insaturados, que reduzem o colesterol e o risco de doenças cardiovasculares.

Girassol- Rico em diversas vitaminas (A, D, E e complexo B), além de minerais e ácidos graxos insaturados, este óleo ajuda a prevenir doenças cardiovasculares e a diminuir os níveis de colesterol e da pressão arterial.



Linhaça- Tem poder cicatrizante e é rico em ômega-3 – gordura que previne e auxilia no tratamento de doenças inflamatórias e cardíacas. Não deve ser superaquecido, pois perde suas propriedades nutricionais




Milho- Rico em gorduras poli-insaturadas, ajuda na redução do colesterol ruim, prevenindo doenças do coração. Tem vitamina A, um grande aliado do sistema imunológico, e vitamina E, antioxidante que retarda  o envelhecimento.

Soja- Possui ômega-6, que afasta doenças cardiovasculares e é indispensável para as grávidas.Também inibe a demência na velhice e o mal de Alzheimer.




Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/culinaria/reportagem/be-a-ba-da-cozinha/vilao-aliado-inclua-oleos-sua-dieta-733634.shtml




quarta-feira, 14 de maio de 2014

Batata doce assada

Algumas das coisas que mais gosto na cozinha são assadas. Pra ajudar no controle do peso, praticamente aboli frituras do cardápio. Em vez disso, faço cozidos e assados.

Ultimamente tenho experimentado muitos legumes diferentes no forno, com um bom tempero a base de ervas e, no máximo, um fio de azeite. Ficam maravilhosos!!

Essa abaixo é um a receita de batata doce assada, adaptada de um site estrangeiro. As nossas são menos alaranjadas, mas certamente não menos gostosas.





INGREDIENTES:
4 batatas doce médias (ou cenouras médias cortadas em palitos)
2 colheres (sopa) de azeite de oliva (experimente com uma apenas, fica melhor)
1/3 de xícara (chá) de parmesão (ou grana) ralado
1/2 xícara (chá) de coentro picado
Sal e pimenta do reino a gosto

MODO DE PREPARO:
Aqueça o forno a 180º. Descasque as batatas e corte-as em tiras finas (pode usar um cortador "profissional" para elas ficarem perfeitinhas). Coloque-as em um bowl, adicione o azeite sobre elas, misturando bem. Tempere com sal e pimenta à gosto. Coloque-as em uma fôrma antiaderente e asse por 20-25 minutos, virando-as na metade do tempo. Depois de assadas, disponha-as em uma travessa, salpique o queijo e o coentro picado. Sirva quente.

Para acompanhar, que tal um pouco de molho golf?


=]

Creme caseiro para café

Cansado do café preto comum? Talvez um pouco desse creme possa melhorar seu dia e seu paladar!





INGREDIENTES:

1 lata de leite condensado
1 e 1/2 xícaras (chá) de leite
1 colher (sopa) de extrato de baunilha
1 colher (chá) de canela


MODO DE PREPARO:
Bata todos os ingredientes por um minuto ou até que tudo esteja homogêneo, à mão com a ajuda de um batedor ou com um mixer/batedeira, como preferir. Coloque em uma jarra com tampa e mantenha na geladeira até usar e após o uso também. Pode ser usado com café, chá ou leite quente.

Aproveite!





segunda-feira, 31 de março de 2014

Molho mediterrâneo para salada


Para essa receita, você precisará do molho vinagrete clássico que postei aqui.



INGREDIENTES
1/2 xícara (chá) de quejo feta amassado
1 colher (chá) de salsa bem picadinha
1 colher (chá) de orégano
1 tomate sem sementes cortado em cubos pequenos

MODO DE PREPARO
Adicione ao molho vinagrete o quejo, a salsa e o orégan, batendo bem. Adicione, por último, o tomate picado, misture e guarde em um recipiente com tampa na geladeira até a hora de usar.





Molho vinagrete com mel

Mais um molho para salada saindo!!

Dessa vez, resolvi experimentar essa receita com mel que, infelizmente, não gosto nadinha (o que dificulta um pouco a vida de uma mulher que mora com o namorado que faz hidromel em casa). Apesar disso, decidi deixar o preconceito de lado e forçar meu paladar a acostumar com o bendito do mel. E não é que a receita é bacana?



INGREDIENTES:
1/4 de xícara (chá) de vinagre
2/3 de colher (chá) de sal
1/2 colher (chá) de mostarda dijon
1/2 dente de alho triturado
2 colheres (chá) de mel
3/4 de xícara (chá) de azeite extravirgem
1/4 de colher (chá) de pimenta do reino moída

MODO DE PREPARO:
Misture os vinagre, o alho, sal, mostarda e mel em um bowl. Deixe descansar por 5  minutos. Bata-os com um fouet até que fique bem misturados. Adicione aos poucos e ainda batendo o azeite, até que a mistura tenha um tom de amarelo dourado. Prove e adicione mais azeite ou vinagre, a gosto. Guarde em geladeira apenas por alguns dias. Tire-a um pouco antes de utilizar para que fique na temperatura ambiente.

domingo, 30 de março de 2014

Molho vinagrete clássico para salada

Depois de um tempo fora do ar, voltamos com a programação normal. Sentiram falta, né?

Pra quem está de dieta e já de saco cheio de comer salada, um molho pode ajudar um tantinho, não é mesmo? Mesmo para quem não se preocupa com o peso (ou não precisa se preocupar), esses molhos, que postarei durante toda a semana, darão um sabor a mais na sua alface-tomate de todos os dias.

Uns são mais calóricos que outros, admito, mas com um pouco de moderação é possível provar todos sem culpa. =]





INGREDIENTES:
2 colheres (sopa) de vinagre de vinho tinto
2 colheres (chá) de mostarda dijon
1/2 colher (chá) de sal grosso
pimenta do reino à gosto
1/3 a 1/2 xícara (chá) de azeite extravirgem



MODO DE PREPARO:
Misture todos os ingredientes e coloque em um frasco ou garrafinha para molho. Mantenha na geladeira até a hora de usar, retirando um pouco antes para ficar em temperatura ambiente.



domingo, 9 de março de 2014

Molho golf

Para acompanhar camarões, espetinhos de frango com bacon ou para seu fondue de inverno, o molho golf é tiro e queda pra agradar. Minha primeira experiência com ele incluía na receita uma colher de chá de páprica picante, mas fica ao seu critério. Se quiser um pouquinho de ardor, sugiro que a use. 




INGREDIENTES:
1/2 xícara (chá) de maionese
2 colheres (sopa) de catchup
1 colher (chá) de molho inglês
1 colher (chá) de conhaque de sua preferência

MODO DE PREPARO:
Basta misturar todos os ingredientes e está pronto! Guarde na geladeira até a hora de servir, mas não o utilize depois de muito tempo guardado. É preciso tomar cuidado com qualquer comida que leve maionese, devido ao risco da salmonela (principalmente porque todo mundo vai se servir direto do pote do molho, então o risco de azedar é grande se você guardar o restinho dele na geladeira pro dia seguinte). Se preferir, sirva em pequenas porções e vá recolocando nos potinhos a mistura da geladeira, aos poucos.


sábado, 1 de março de 2014

Ratatouille

O prato que ficou famoso no cinema através daquele ratinho é uma delícia da região de Provence que, além de ser muito saudável, é prática e de sabor maravilhosamente incomparável. Mesmo quem não gosta de legumes ou vegetais (como alguns de meus amigos), come esse prato e pede por mais.




Para o verão então, é ainda mais recomendado. É a minha "comfort food" preferida, tem cara e gosto de casa da mãe.

A primeira vez que fiz, segui a receita à risca a receita do Bruno Albouze que encontrei aqui, mas ela é bastante trabalhosa e nem sempre tenho tempo de preparar o molho de tomate como ele ensina. Daí eu apelei para o molho pronto. Procurei no supermercado algo que fosse mais leve e com menos sódio possível. Encontrei um molho "mediterrâneo" com preço acessível, outro com berinjela e um (o meu predileto) com peperonni. Como aqui em casa não pode faltar molho de tomate, comprei um de cada logo e já experimentei a receita com todos eles. Todas ficaram ótimas.

DICA: Para que o prato fique com um aspecto ainda mais bacana, quando comprar os legumes, procure os de tamanho similar, para que, depois de fatiados, não haja muita discrepância entre o tamanho das rodelas.



INGREDIENTES:
1 berinjela média cortada em fatias finas
2 abobrinhas italianas pequenas cortadas em fatias finas
3 tomates em fatias finas
3 cebolas roxas em fatias finas (cuidado para não desfazer os anéis)
1 pimentão vermelho médio em fatias finas
1 pimentão verde médio em fatias finas
1 abóbora média em fatias finas (procure um modelo mais comprido, como a baianinha - ou goianinha, na minha região é chamada de paulistinha)
2 mandioquinhas em fatias finas (opcional)
1 pacote de molho de tomate pronto de sua preferência
Folhas de manjericão roxo (ou verde) fresco bem picadas
1/2 maço de salsa picadinha (eu uso salsa crespa)
2 colheres (chá) de ervas de provence secas
Sal e pimenta do reino a gosto
1 fôrma ou travessa redonda de aproximadamente 23cm
2 colheres de óleo de canola
2 dentes de alho bem picados
Azeite a gosto


MODO DE PREPARO:

Em um panela, aqueça o óleo e doure rapidamente o alho. Acrescente o molho de tomate e tempere com sal e pimenta a gosto. Desligue o fogo. Junte as ervas de provence, a salsa, o manjericão e o azeite. Reserve.

Na travessa redonda, coloque um pouco do molho de tomate sobre o fundo, fazendo uma "caminha" de molho para legumes. Disponha, acompanhando a borda do refratário, a berinjela, depois abobrinhas, depois o pimentão vermelho, a cebola, o tomate, o pimentão verde e a abóbora, recomeçando a sequência, até que os ingredientes acabem. Se por acaso algum deles sobrar ao final, pode colocar entre os outros legumes. Tempere os legumes com um pouco mais de sal, pimenta e azeite a gosto, tomando cuidado para não salgar. Regue com o restante do molho de tomate, cubra-o com papel alumínio e leve ao forno a 180º por 30-35 minutos. Quanto os legumes estiverem cozidos, retire o papel alumínio e deixe dourar por 10 minutos. Sirva quente. Pode acompanhar carnes assadas ou macarrão com molhos mais incorpados, como bolonhesa ou molho calabrês, por exemplo.




Mac n' cheese (macarrão com queijo)

Os estadunidenses adoram esse macarrão, que é prático e fácil de fazer. Você nunca mais vai querer comer miojo, tenho certeza. Você pode adicionar diversos extras, como brócolis ou bacon, como mostra a foto abaixo, para melhorar o seu macaroni. Os ingredientes abaixo são os do tradicional mac 'n cheese (existem muitos tipos diferentes desse prato, mas essa é a receita que mais gosto de todas as que provei ou encontrei em sites estrangeiros).

(296 calorias)






INGREDIENTES:

2 xícaras (chá) de macarrão tipo "joelho" cozido
1/2 cebola média bem picadinha
2 colheres (sopa) de manteiga
Sal e pimenta do reino a gosto
Noz moscada ralada a gosto 
1/2 xícara (chá) de queijo parmesão fresco ralado
1/2 xícara (chá) de queijo cheddar
OU
1/2 xícara (chá) de queijo mussarela ralado (ou em pedacinho fatiados)




IMPORTANTE!  Olhe as instruções da embalagem do macarrão, lá tem o tempo certo de cozimento. Siga SEMPRE essa recomendação, senão seu macarrão poderá ficar mais cozido do que deveria. Nesse caso em particular, diminua em 2 minutos o tempo de cozimento.


MODO DE PREPARO:
Cozinhe o macarrão e separe 1/2 xícara da água do cozimento, Em outra panela, derreta a margarina e doure a cebola em fogo baixo. Acrescente metade do parmesão e o cheddar (ou mussarela), junte a água do cozimento e tempere com sal e pimenta do reino. Mexa sempre para que não fique empelotado e não deixe agarrar no fundo da panela. Desligue o fogo e misture o macarrão ao molho de queijo. Transfira a mistura para uma travessa, acrescente o restante do parmesão por cima e rale a noz moscada (se quiser, pode acrescentar um pouco de mussarela ralada ou em fatias pequenas por cima). Leve ao forno médio por apenas 5 minutos. Sirva quente.

Serve duas pessoas.



sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Bolo de chocolate com Guinness



No dia 17 de março comemora-se o St. Patrick's Day lá na Irlanda (e em outros lugares do mundo também) e, desde agora e já em sua homenagem, aproveite essa receita de um bolo aparentemente simples (mas visivelmente gostoso) que leva  a famosa cerveja Guinness, uma irlandesa de sabor forte, misturada com chocolate. Pra ficar ainda melhor (se é que isso é possível), uma camada generosa de creme com o licor irlandês Bailey's. 


INGREDIENTES:

PARA O BOLO:
1 xícara (chá) de cerveja Guinness
250g de manteiga
2/3 xícara (chá) de chocolate em pó
1 e 3/4 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro
140ml de sour cream (receita aqui)
2 ovos
1 colher (sopa) de extrato de baunilha
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 e 1/2 colheres (sopa) de bicarbonato de sódio

PARA O CREME DE BAILEY'S:
4 xícaras (chá) de açúcar refinado peneirado
100g de manteiga em temperatura ambiente
250g de cream cheese em temperatura ambiente
4 a 6 colheres de licor Bailey's (acrescente devagar, provando)


MODO DE PREPARO:

BOLO:
Pré-aqueça o forno a 180º por 15 minutos. Unte e enfarinhe uma fôrma redonda de 23cm, de aro removível (o bolo fica muito macio, então é preciso ser de aro removível para que você não o quebre ao desenformar). Reserve.

Misture a manteiga à Guinness e leve ao fogo baixo para derreter. Utilizando um fouet, adicione o chocolate e o açúcar e retire do fogo. Bata o sour cream e os ovos em um recipiente à parte até que fique uniforme. Acrescente à mistura anterior, de Guinness. Peneire a farinha e misture aos poucos, levemente, acrescentando o bicarbonato por último, quando a massa já estiver homogênea. Leve para assar por uma hora. O bolo deve ficar levemente molhado no centro, mas enquanto esfria ele ficará mais consistente. Deixe-o esfriar completamente antes de desenformar, para que não quebre.

CREME:
Em uma batedeira, bata muito bem o açúcar e a manteiga, até que virem um creme. Acrescente o cream cheese aos poucos, em porções pequenas, até que incorpore. Acrescente o licor Bailey's e continue batendo por 5 minutos, ou até que o creme fique bem fofo e mais claro. Retire o bolo já frio do aro com cuidado (eu costumo manter a parte de baixo da fôrma para que sirva de "prato" para o bolo/torta, mas você pode transferi-lo com cuidado para outro prato). Coloque o creme por cima, em uma camada generosa. Se preferir, pode usar o creme como recheio também!





Tem como não ficar com água na boca ao ver isso??


O autêntico tabbouleh (tabule) libanês

Tabule é uma salada tipicamente libanesa, servida geralmente como hors-d’oeuvres (entrada) ou aperitivo antes do prato principal.



Se você já comeu tabule em restaurantes, estranhará certamente essa receita, porque é um tanto diferente da que costumamos encontrar por aí. O autêntico tabule é mais verde, contém mais tomate e muito menos triguilho do que vemos nos restaurantes!




Se por acaso você não quer ou não pode comer triguilho por conta do glúten, experimente substituí-lo por quinoa.


INGREDIENTES:
4 maços de salsa bem picadinha
1 maço de menta picada finamente (apenas as folhas)
1 pepino cortado em cubos pequenos
5 tomates médios sem sementes cortados em cubos pequenos
1 cebola média cortada finamente
1/4 de xícara (chá) de triguilho
1/3 de xícara (chá) de azeite extravirgem
1/2 xícara (chá) de suco de limão
1/2 a 2/3 de colher (chá) de sal (ou a gosto)
1/3 de colher (chá) de baharat (receitinha aqui)

MODO DE PREPARO:
Lave muito bem todas as folhas e higienize-as. Depois de cortar bem a salsa, deixe-a sobre um papel toalha por um tempo. Ela precisa estar bem seca, assim como a hortelã, então faça o mesmo com ela. Em uma saladeira ou bowl grande, coloque a cebola picada e adicione o baharat. Misture bem. Adicione os outros ingredientes e temperos. Sirva na hora.

Uma vez misturadas as folhas, pepino e tomate aos outros temperos, o tabbouleh rapidamente murcha, então o ideal é prepará-lo somente na hora de servir. Porção para 6 pessoas.

Dica: experimente comer a salada com batatas fritas! 

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Sour cream (ou creme azedo)

Utilizado em diversas receitas mexicanas, como burritos, quesadillas, tacos, etc., e em muitos doces também, o sour cream não é exatamente fácil de encontrar no Brasil. Por isso, segue a receita de sour cream caseiro!





INGREDIENTES:
Suco de 1/2 limão
Sal a gosto
1 xícara (chá) de creme de leite fresco


MODO DE PREPARO:
Em um recipiente, o creme de leite e bata (à mão ou na batedeira) até formar um creme (não é pra virar chantilly, só para ficar um pouco mais espesso). Acrescente o suco de limão e o sal, misturando bem. Deixe a sua mistura em um local bem quente na sua cozinha por, aproximadamente, 30 minutos. Utilize-o na hora ou guarde na geladeira até o momento de uso.

Experimente-o em panquecas, batatas ou legumes cozidos!


Enchilladas com sour cream

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Koshari, um prato típico egípcio!




Koshari (ou koshary, kushari) é um prato típico da cozinha egípcia, servido virtualmente em todas as casas e restaurantes, na verdade em todas as esquinas do país. Os vendedores de rua servem esse prato em carrinhos (como os nossos de cachorro-quente, churros, churrasquinho, etc.) a consumidores ansiosamente esperando (em filas) esse adorado e altamente popular prato, tanto pelo preço quanto pela praticidade, fácil acesso e sabor.

Em uma combinação considerada por nós atípica, o koshari mistura lentilhas, macarrão e arroz, coberto com um molho de tomate temperado (e um pouquinho picante) com a mistura que postei aqui, grão de bico e cebola frita. Parece estranho, até que você prova, daí você entende porque é o prato favorito do Egito.



O vendedor de koshari (ou "koshari man" em inglês) desenvolveu uma habilidade tão grande no preparo do prato que, em alguns poucos segundos, pega o bowl, coloca um pouco de cada ingrediente dentro, mistura e te entrega. A velocidade dele pode te surpreender bastante. Isso é o que poderia ser chamado de fast food mesmo (o que no Brasil é uma grande piada)






INGREDIENTES:

Para o arroz, macarrão e lentilhas:
2 colheres (sopa) de azeite
1 xícara (chá) de arroz
1 xícara (chá) de lentilha
2 xícaras (chá) de macarrão corneto mini (coquillettes, como os da foto) 
2 xícaras (chá) de caldo de legumes
1 dente de alho amassado
1 colher (sopa) de cominho
1 folha de louro
1/2 colher (sopa) de sal
2 cebolas grandes cortadas bem pequenas

Para o molho:
2 colheres (sopa) de azeite
1 cebola pequena picada
2 dentes de alho picadinhos
1 lata de molho de tomate puro
2 colheres (sopa) de baharat (receita aqui)
1/2 colher (chá) de pimenta calabresa (opcional)
1 colher (chá) de vinagre branco
Sal e pimenta do reino a gosto

Para as cebolas por cima do molho:
2 cebolas picadas
óleo para fritar
1 xícara (chá) de grão de bico cozido.


MODO DE PREPARO:


Macarrão, arroz e lentilhas:
Numa panela, aquela o azeite em fogo médio, adicione o arroz e frite-o por 2 minutos, depois adicione o caldo de legumes. Quando começar a borbulhar, abaixe o fogo e espere 15 minutos ou até ficar bem soltinho e cozido. Reserve.
Lave as lentilhas em água fria e coloque-as em uma panela com duas xícaras de água. adicione o alho, cominho e o louro e cozinhe-as até ficarem macias, usando fogo baixo. Escorra-as e reserve.
Cozinhe o macarrão "al dente" (2 litros de água e duas colheres rasas de sal, até que fiquem cozidos, porém não molengos. Não precisa de óleo, basta lavar bem depois para parar o cozimento. A quantidade de água é sempre 1 litro para cada 100g de macarrão. Isso impede que ele fique grudento).
Dica: prepare o arroz, as lentilhas e o macarrão enquanto o molho está cozinhando, para que fique tudo bem quentinho.

Molho:
Aqueça o óleo em fogo médio e adicione as cebolas. Frite-as até que estejam macias e translúcidas (5 a 7 minutos). Adicione o alho e sauteie até que fiquem douradas, adicione o tomate, o baharat, o sal, a pimenta (o original é apimentado!) e o vinagre. Abaixe o fogo, cozinhe por uns 15-20 minutos, mexendo ocasionalmente

Cebolas:
Aqueça o óleo numa frigideira, adicione as cebolas e frite-as até que fiquem bem marrons. Elas ficarão bem adocicadas nessa cor. Retire o excesso de óleo colocando-as num recipiente com papel toalha ou guardanapo.

Montagem do prato:
Em um bowl ou prato mais fundo, coloque o arroz, as lentilhas e o macarrão, um sobre o outro. Salpique um pouco de baharat sobre tudo, cobrindo em seguida com o molho, o grão de bico e as cebolas, com mais uma pitada de baharat. Sirva quente.


domingo, 9 de fevereiro de 2014

Aveia no pote - pra levar seu café da manhã com você

O café da manhã é a refeição mais importante do dia. Com a nova onda de "comidas no pote" ("salad in a jar", para falar da mais popular), por que não poderíamos também pensar em uma primeira refeição nutritiva, gostosa e prática, além de fácil de carregar?

Abaixo estão as receitas para 6 tipos diferentes de aveia no pote. Você deve preparar no dia anterior e manter em geladeira até a hora de sair de casa ou de comê-la. Prepare de noite e coma na manhã seguinte, simples assim!

Todas as receitas podem ser armazenadas na geladeira por até cinco dias. Então você terá o café da manhã pronto para todos os dias da semana.





INGREDIENTES PARA A BASE:

  • 1/2 xícara (chá) de aveia em flocos (preferencialmente mais grossa)
  • 1/3 xícara (chá) de leite (pode ser integral ou desnatado)
  • 1 pote de iogurte do tipo Grego (ou o natural, se preferir)
  • 1 colher (sopa) de semente de Chia (opcional)
  • 1 pote de 240ml (do tamanho de uma xícara de chá) com tampa


MODO DE PREPARO:
Lave muito bem o seu pote, de preferência esterilizando-o como eu ensinei aqui. Coloque dentro dele a aveia, o leite, o iogurte e as sementes de chia, adoçando um pouco, se preferir. Tampe-o e misture bem os ingredientes. Adicione os ingredientes restantes de acordo com as receitas abaixo.



AVEIA COM MANGA
(207 calorias)



Adicione à aveia já no pote:

  • 1 colher (sopa) de mel (ou a gosto)
  • 1 colher (chá) de essência de amêndoas
  • 3 colheres (sopa) de manga cortada em cubinhos pequenos.


Misture com um garfo e guarde na geladeira até a hora de comer.





AVEIA COM MIRTILOS
(215 calorias)



Adicione à aveia já no pote:

  • 3 colheres (sopa) de mirtilos 
  • 1/2 colher (chá) de essência de baunilha
  • Açúcar os adoçante à gosto


Misture com um garfo e guarde na geladeira até a hora de comer.




AVEIA COM MAÇÃ E CANELA
(210 calorias)



Adicione à aveia já no pote:

  • 3 colheres (sopa) de doce de maçã (que eu ensino a fazer aqui)
  • Mel a gosto


Misture tudo com um garfo e guarde na geladeira até a hora de comer.



AVEIA COM CHOCOLATE E BANANAS
(245 calorias)


Adicione à aveia já no pote:

  • 3 colheres (sopa) de banana nanica ou prata picadinha
  • Mel a gosto
  • 1 colher (sopa) de chocolate em pó (não use achocolatado, porque tem açúcar e é mais fraco do que o chocolate em pó).


Misture o chocolate primeiro com um garfo, acrescente o mel, misture e depois as bananas. Guarde na geladeira até a hora de comer.


AVEIA COM BANANA E AMENDOIM
(264 calorias)


Adicione à aveia já no pote:
  • 2 colheres (sopa) de banana nanica ou prata picadinha
  • 1 colher (sopa) de amendoim torrado sem adição de açúcar)



Misture tudo com um garfo e guarde na geladeira até a hora de comer.

AVEIA COM MORANGOS (OU FRAMBOESAS)
(230 calorias)


A receita original é com framboesas, mas é caro e difícil de achar por aqui. Então, se você não foi sortudo de encontrá-las (ou a grana tá curta pra comprar), substitua-a por morangos:

3 colheres (sopa) de morangos
1 colher (chá) de essência de baunilha
Mel ou outro adoçante à gosto.

Como nas outras receitas, misture tudo com um garfo e guarde na geladeira até a hora de comer.



Aproveite! Uma boa semana para vocês!


Doce de maçã caseiríssimo

Nada de ficar comprando geléias ou doces no mercado. Compre as frutas e faça em casa. É rápido e fácil e você ainda pode presentear alguém, o que acha?



INGREDIENTES:
1 kg de maçãs (gala, argentina ou outro tipo, você é quem escolhe)
1 xícara (chá) de suco de maçã (opcional, você pode por 1/2 xícara de água)
Sumo de 1 limão espremido 
1/2 xícara  (chá) de açúcar mascavo
1 colher (chá) de canela em pó

OPCIONAL:
uma pitada de noz moscada e 1 colher (sopa) de manteiga


MODO DE PREPARO.
Descasque as maçãs e retire as sementes. Corte-as em 8 partes iguais, cada uma. Coloque-a em uma panela com espaço de sobra para misturar todos os ingredientes. Adicione o suco de maçã, o açúcar mascavo, a canela e o suco de limão, misture bem e cozinhe em fogo  médio por 25 minutos. Elas ainda ficarão meio inteiras, então você poderá bater a mistura em um liquidificador ou processador para deixá-la consistente, porém uniforme. Guarde em um pote na geladeira.




sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Etiquetas para organização da cozinha

Uma cozinha arrumada faz bem aos olhos e até dá mais vontade de cozinhar. Um bom modo de organizar seus potes é através de etiquetas. Descobri um site muito legal com milhares de etiquetas disponíveis, o World Label. Apesar de disponibilizadas em .pdf, é possível modificá-las ao seu bel prazer.



Por onde começar, então?

Simples: compre folhas de papel A4 autocolantes para o seu tipo de impressora (jato de tinta, laser, etc), que você encontra em papelarias por aproximadamente R$20,00. É o tal papel "glossy", à prova d'água. Faça o download das etiquetas abaixo.

Para preenchê-las, você abre o arquivo no Adobe Reader e clica em cima de cada etiqueta. Aparecerá um lugar onde você pode escrever o que quiser que seja impresso (arroz, feijão, orégano, etc...). Para modificar o tipo de letra, pressione no seu teclado Ctrl+E e uma caixa de formatação aparecerá com as fontes que você tem disponível no seu computador.





Pax!